sopraverfottos
Eu nunca me senti tão péssima por causa de um garoto. Eu pensava que tudo que você tinha me dito era verdade, que você realmente gostava de mim e que existia ‘nós’ de verdade. Todas as suas palavras, além de poucas foram falsas? Você nunca me quis, não é? Eu detesto pensar no quanto fui idiota, burra, mané, criança e cega por não perceber que nós dois não tínhamos nada a ver. Agora quando penso em nós, penso em que você devia rir da minha cara, devia me trair e falar depois aos seus amigos maconheiros: “ha-ha, que menina burrinha, tão criança, não percebe que eu to corneando ela!”. Eu odeio o jeito que você um dia me fez feliz, odeio o fato de um dia termos namorado, odeio saber que um dia sua boca eu beijei. Eu queria apagar o passado, porque pela primeira vez estou me arrependendo de ter beijado algum garoto. Liguemos os fatos: Você nunca se esforçou pra me ver. Moramos distante, eu sei, mas não tão distante que uma passagem de metrô não resolvesse. Quando tinha um almoço de família, você tinha simulado. Quando era nosso aniversário, você se esquecia. Quando era um final de semana, você nem se importava. Aonde eu estava com a cabeça quando pensei que você estava tão apaixonado por mim quanto eu por você? É tão horrível ter que parar a cada ponto final para chorar. É horrível o estrago que você fez no meu coração. Sabe o que você é? Um moleque. Eu percebo agora. Você, ou melhor dizendo, vocês, não devem e não podem brincar com o coração de uma menina assim. São estragos que ficam pra sempre. Talvez eu esteja fazendo uma tempestade em um copo d’água, mas ao ler que sua primeira impressão ao me ver foi me negar, percebo que é algo muito além… Nós nunca deveríamos ter ficado. Foi tudo um erro que eu me arrependo de ter cometido. No início foi bom, mas ao me desiludir e entrar no mundo real as coisas ficam mais difíceis.
(via old-folks)